Espirais, formigas e argolas


Este ferro de fazer filhoses, que era da minha mãe, está associado a um dos meus maiores insucessos na cozinha. Já fiz várias tentativas, mas o grau de desastre é tal que acabam sempre no caixote do lixo. Segundo as minhas tias o efeito de um prato de filhoses empilhadas, feitas com este ferro, era particularmente bonito. Imagino que sim! Mas por alguma razão obscura, que só um psicanalista conseguiria descobrir, associei este objecto à lembrança de uns biscoitos de azeite, em cuja elaboração eu participava, quando vivíamos no Ébo (p.56).


Comentários

Tuquinha disse…
esta história arrepiou-me um pouco,tenho aversão a tudo que seja picadas...pelo contrário não tenho aversão nenhuma a essas argolinhas que estáo uma delicia de certeza...
beijinhos
isabel disse…
Boa tarde Fa,
Tenho visto nalguns programas que algumas espécies desses pequenos insectos não são nada amigáveis e são de facto capazes de mordidas e picadas extremamente dolorosas! Eu por mim, apenas dou mordidas em iguarias deliciosas, tais como estas argolinhas lindas com que a Fa nos brindou.
Um beijinho e uma boa semana.
Fa disse…
Caras Tuquinha e Isabel. A situação acaba por não ser tão asustadora quando se está no local, mas confesso que quando era criança tinha pesadelos (acordada) com estas formigas. Quanto às argolinhas são excelentes, pelo menos para o meu paladar. Bjs

Mensagens populares