terça-feira, 6 de abril de 2010

Açúcareiros, doçuras e caramelo


Estes três açúcareiros são três peças genuínas do meu espólio africano, que para além desses aspectos apenas têm em comum o facto de terem desempenhado uma função idêntica, e, de serem serem os três igualmente kiths, segundo os nosos actuais padrões. Os próprios materiais de que são feitos também são distintos, vão desde a porcelana chinesa à cerâmica/porcelana mais grosseira e ao pirex. O que me atrai hoje nestes objectos é que eles estão em vias de instição. Primeiro porque se começaram a usar aquelas pequeninas pastilhas de adoçante, que são transportadas nas embalagens dos fabricantes. Depois descobriu-se que esses produtos não eram muito bons para a saúde, o aspartane nomeadamente. Para além disso, a meu ver colocar açúcar no chá é um sacrilégio. No café não sei se será, porque não costumo beber!

Mas seja qual for o material, olhando para um açucareiro só podemos ter pensamentos doces, que nos conduzem por sua vez a bolos de caramelo, onde o açúcar foi usado sem qualquer complexo ou fundamentalismo. É o caso deste bolo delícia de caramelo que a minha mãe fazia há muitos anos atrás. Depois ficou esquecido, mas esta Páscoa foi recuperado para gáudio dos gulosos.

Para o bolo utilizei: 1 2/3 chávenas de açúcar; 2 chávenas de farinha; 1 chávena de margarina; 3 ovos; 2 dl de leite; 4 colheres de chá de fermento em pó. Comecei por bater uma chávena de açucar com a margarina. Como utilizei a Becel para cozinha não foi necessário derretê-la previamente. Juntei as gemas uma a uma. À parte, queimei os 2/3 de chávena de açúcar, até ficar em caramelo. Quando assim estiver, junta-se com cuidado o leite que deve estar quente. Mexe-se muito bem, de modo que todo o caramelo fique dissolvido no leite. Em seguida, junta-se ao preparado anterior, mexe-se bem e adiciona-se a farinha com o fermento e, por último, as claras em castelo. Vai ao forno em forma de buraco ao meio, untada de margarina e polvilhada de farinha.

Quando sai do forno coloca-se em cima de uma grelha de bolos para arrefecer. Depois corta-se ao meio e recheia-se. Para esse efeito faz-se um caramelo com 300 g de açúcar a que se junta depois 1/2 chávena de leite quente (com cuidado). Vai-se mexendo até que todo o caramelo se dissolva. Adiciona-se então 3 colheres de sobremesa de manteiga e uma chávena grande miolo de nozes, partido aos bocadinhos. Recheia-se e cobre-se o bolo com este creme, colocando por cima metades de nozes inteiras que também se cobrem de caramelo.

12 comentários:

Tuquinha disse...

em 1º lugar desejo que tenha passado uma Santa Páscoa Junto da Familia...
em 2º dizer que esse bolo está simplesmente maravilhoso...
beijinhos

Romã disse...

As memórias são na verdade um elixir para a alma.
Numa vivi em África, mas ao passar por este blogue viajei no tempo;quando na infância visitava umas primas de meu pai todos os sábados.Os serões eram preenchidos à volta mesa com um chá e bolinhos caseiros, acompanhados de belas histórias passadas nos tempos áureos em que viveram em Moçambique.
Alguns dos objectos que mostra são me familiares, eheheh. Os açucareiros por exemplo, recordo-me que as minhas primas tinham um igual ao Verde de pirex
Muitos Parabéns pelo blogue, excelente livro de memórias,que não devem ficar esquecidas no tempo.
Um beijinho e força para continuar!

Kalani disse...

Li "Angola" e pensei logo, oba, oba, isso é pra mim hehehe. Adorei o blog e vou passar a ser cliente assidua.

legal disse...

Parabéns pelo seu blogger, gostei muito, ser você quiser me visita no meu blogger tem bastante coisa legal, tem moranguinha jogos, Escreva seu nome japonês, dicas de blog como ganha dinheiro ou mais visita no blogger, relógio e calendário com sua foto, album foto, desenho anime, poema, poesia, frases, musica, radio, msn nick, mario bros, mapa do google, cria texto avatar, curso de inglês, japonês, italiano, hebraico, chinês, bbb10, torpedo grátis, Criar uma imagem Glitter, noticia da copa da África do sul, dicas de como ganha dinheiro na internet, viaja, etc..

coisa legal
http://bloglegalnovo.blogspot.com

ou

coisa legal
http://www.up.dahora.net

Copa na África
http://www.cupafrica.dahora.net

Espero que você seja meu seguidor

Marly disse...

Lindos os açucareiros, cada um em sua singularidade. E o bolo com caramelo de leite deve ficar delicioso!
Bj

Stella disse...

Hey Fa, this cake is absolutely beautiful. I can't read all of the writing. I'm going to translate the page in a moment to know exactly what this is. I love the idea of a caramel sauce over walnuts though-I know without any words (smile)!
p.s. no problems with the cornmeal muffins. They were even good the next day after a nice toast!

maria-tachos disse...

Deixo aqui o convite para visitar um novo blog de receitas, dicas de cozinha e muito mais.


http://eu-cozinho.blogspot.com

Anónimo disse...

Já pensou em personalizar os seus próprios Doces de Natal?

Workshop Doces de Natal

Dias:
1ª Edição - 4 e 5 de Dezembro
2ª Edição - 11 e 12 de Dezembro

Duração total do Workshop:
6 horas

Workshop orientado pelo conceituado Chef Luís Alves.

Inscrições abertas e limitadas.

Inscreva-se já e reserve o seu lugar ao lado do Chef Luís Alves.


Mind Upgrade
www.mind-upgrade.pt
Av. 1º Maio 15 C/v Esq. (Traseiras) 2845-582 Amora
Tel.: 211 824 777 / 962 652 739
Fax: 211 824 762

Com o Apoio da Sociedade Filarmónica União Seixalense

saborcomletras disse...

Alcançar a essência dos sabores é entrar em sintonia com lembranças guardadas em arquivos que criamos para preservar nossas memórias mais tenras. O cheiro de quintal lá da infância da gente, o gosto do almoço caprichado aos domingos, as conversas com a mãe à beira do fogão, o café da manhã com pão quentinho, os sonhos partilhados, o cheiro de feijão cozinhando na panela, o aroma de erva colhida na hora, um finalzinho de tarde com encanto. Tudo isso é despertado quando conseguimos reproduzir o sabor de pequeninos gestos tecidos a luz do cotidiano de uma cozinha afetiva.

Anónimo disse...

A minha Avó viveu em África uns anos e fazia este bolo também :)

Anónimo disse...

vias de extinção

Canele Store disse...

parabéns pelo blog, pelo bolo e pelas porcelanas!